VOZES VIVAS

HISTÓRIAS DE SÃO JOÃO MARIA

 
 

VOZES VIVAS

Histórias de São João Maria

Pesquisa
Cia Contacausos

Orientação de pesquisa
Adiles Savoldi

Direção
Max Reinert

Elenco
Josiane Geroldi

Texto/dramaturgia
Josiane Geroldi e Max Reinert

Assessoria de pesquisa e transcrição
Marcos Schuh

Técnico de som e projeção
Louis Radavelli

Audiovisual
José Boita (Lua Caolha Filmes)

Designer Gráfico

Carla Chiavini

Fotografia

Camila Almeida

Sinopse

 

São João Maria foi um monge andarilho que andou pela terra dizendo as verdades do mundo. Tudo que ele falava o povo guardou por lembrança e é uma memória viva deles. Segundo o caboclo “ no tempo d’antes só tinha São João Maria pra acreditar”. 

O espetáculo é fruto do trabalho de pesquisa com narrativas orais compiladas em comunidades caboclas no oeste catarinense, essas narrativas mesclam-se com a experiência afetiva da atriz Josiane Geroldi na busca pelas histórias sobre este personagem.

Classificação: 10 anos

Duração: 50min

A Pesquisa

As histórias que compõem esse espetáculo foram coletadas num longo processo de pesquisa iniciado em 2008 pela atriz e contadora de histórias Josiane Geroldi. Sentada nas varandas das casas, em volta do fogão a lenha, ouvindo as pessoas, ou lendo outras pesquisas como o "Inventário da cultura imaterial cabocla" do Ceom - Centro de Memória do Oeste Catarinense,  e lendo depoimentos, filmes, visitando acervo de museus na região, consultando teses, as memórias e os afetos sobre o Monge foram crescendo e ganhando espaço na vida da atriz que compartilha no espetáculo uma experiência pessoal de escuta e fé no monge peregrino. Para a construção deste espetáculo também foram utilizadas imagens de domínio público e trechos do documentário Andarilhos. 

 

 

Direção

A beleza de trabalhar com um material tão rico, quanto as narrativas orais da região oeste catarinense, é poder encontrar ecos de nossos tempos na sabedoria de outrora. É perceber, mesmo que a contragosto, que o mundo muda menos do que a gente imagina, principalmente para aqueles que estão afastados "dos grandes centros urbanos". 

Existe hoje - e sempre - uma sabedoria popular que é maior que a mesquinhez do dia-a-dia. Uma sabedoria popular que busca o convívio pacífico entre as pessoas. Uma sabedoria popular que prefere olhar para a essência das coisas e não para a aparência dos viventes. E existe também a fé... no homem do povo, criado em nossa imagem e semelhança... na vida... na arte. 

Josiane Geroldi tem se dedicado a escavar essas memórias, entrevistar essas pessoas e trazer para o teatro o imaginário caboclo da região em que vive. É uma honra poder estar junto, neste momento, nesta caminhada.

Max Reinert - Diretor 

Agradecimentos

Vozes Vivas só existe pela partilha das memórias de Maria de Quadros Bittencourt (in memoriam), João Amaral, Darci de Melo, Ademar Ribeiro e familiares, Antonio Sebastião Schneider, Dona Maria na Linha Cachoeira, Luíza Freitas, João Maria Batista, Rosalina Zancanaro Batista, Paulina Antunes, Maria Selestrina Rodrigues ( Mãe Véia) e Francelino da Cruz. 

O apoio e orientações de Adiles Savoldi, Marcos Batista Schuh, Denise Argenta, Josiane Oliveira, Arlene Renk, Paulo Freire, Tania Welter, Inajá Neckel, Taulan Cesco, Max Reinert, Louis Radavelli, José Boita, Jacir Antunes, Carla Chiavini, Kaline Schenatto, Mariane Kerbes, Lucas Cruz, Alex Junior, Ivete Orso Geroldi, Sergio Geroldi e Natalia Geroldi. Nossa Maloca, Itajaí Criativa, Radar Soluções Técnicas, Lua Caolha Filmes, Ceom - Centro Memória do Oeste de Santa Catarina, Unochapecó, Secretaria de Cultura de Chapecó, Sesc Chapecó,  Aldeia Indígena Toldo Chimbangue, Movimento dos trabalhadores sem terra  - MST Assentamento José Maria. A todos estes e aos que a memória não nos permitiu nomear, mas que de alguma forma contribuíram para este processo de pesquisa e montagem, o nosso agradecimento. 

Conheça os outros espetáculos

PUXE UMA PROSA

VAMOS CONVERSAR?

E-MAIL

TELEFONES

+55 49 98407-4605 (Whats)

+55 49 3700-6273

  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon